Gestão Financeira de Propriedade Rural

A gestão financeira significa, para qualquer negócio, o tema central para garantir o crescimento, produtividade, alcance de metas e posicionamento competitivo. Este gerenciamento envolve inúmeras variáveis, que vão desde a compra de materiais, ferramentas de trabalho, gastos com aluguel, folhas de pagamento, impostos e outras despesas que se relacionam com o funcionamento contábil da empresa. No entanto, quando se trata de gestão de finanças nas propriedades rurais, o desafio se torna ainda mais complexo, pois pode envolver também questões como variações climáticas e controle de estoque e armazenamento da sua produção, que pode variar sazonalmente.

O que as estatísticas mostram a respeito do controle financeiro de propriedades rurais é que que grande parte dos proprietários não faz uso de ferramentas tecnológicas para auxiliar nesta atividade, seja por desconhecimento dos sistemas mais modernos ou por acreditar que sua implementação seria muito complexa. Desta forma, muito empresários rurais realizam o controle básico das contas, levando em consideração apenas os compromissos fiscais, mas sem o planejamento e estabelecimento de metas a curto e longo prazo. Isso se deve, em grande parte, ao fato de que os proprietários rurais se envolvem em maior período com sua atividade fim, deixando em segundo plano as atividades administrativas. No caso de pequenos negócios, ainda há o agravante de que, muitas vezes, a gestão da propriedade se mistura com o orçamento familiar.

Tendo em vista os grandes desafios que se apresentam aos produtores e as exigências da atualidade, é imprescindível que o proprietário conte com um sistema de controle financeiro apurado, capaz de auxiliar na projetação de todas as informações e variáveis que envolvem a atividade rural. Esse acompanhamento precisa ser prioridade para que se possa visualizar a real situação financeira dos negócios.

A gestão financeira é uma das chaves para aumentar a produtividade e a lucratividade. Além de permitir que o empreendimento honre com todos os compromissos, obtenha créditos perante entidades financeiras e acompanhe a produção e o retorno do capital investido, é possível prever o desempenho das atividades, determinando quais são os processos que geram mais gastos e quais são aqueles que possuem maior rendimento. Com esses dados em mãos, a tomada de decisões sobre o negócio como um todo torna-se mais assertiva.

Para tornar ainda mais efetiva a gestão financeira, o proprietário rural precisa ter em mente que, muitas vezes, será necessário contar com a ajuda de profissionais especializados. Também é importante conhecer as ferramentas de gerenciamento e compreender que a tecnologia deve ser um meio facilitador e seguro para esse controle.

Veja 10 vantagens da gestão financeira profissional da propriedade rural:

 

  1. Reconhecimento dos setores de maior lucratividade.
  2. Possibilidade de tomar decisões antecipadas de acordo com a real situação da propriedade.
  3. Maior controle e segurança a respeito das informações sobre o negócio.
  4. Aumento de confiança e maiores possibilidades para negociação junto aos clientes, fornecedores e colaboradores.
  5. Atualização de valores e comparações de histórico de custos.
  6. Disponibilidade de consultar de forma imediata e segura as informações contábeis.
  7. Maior controle nas cotações de insumos e serviços.
  8. Análise dos custos de mão de obra, despesas administrativas e encargos trabalhistas.
  9. Melhor organização na estrutura administrativa.
  10. Profissionalização na tomada de decisões técnicas e gerenciais.

 

Atendimento via WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: