Redes sociais: por que o agronegócio precisa se conectar?

 

É perceptível que o acesso à internet mudou a forma da sociedade se comunicar. Hoje em dia, é quase inevitável não considerar que as mídias digitais, entre elas as redes sociais, têm se constituído como uma ferramenta de comunicação ágil, participativa e eficaz para as pessoas e para o mundo corporativo. Esses recursos são, de fato, poderosos para qualquer negócio, quando bem utilizados. Na tela do celular tanto do produtor quanto do consumidor, estão diversos recursos como aplicativos para gestão, WhatsApp, e-mail, Facebook, Instagram e muito mais. Por isso, é mais provável impactar alguém através do marketing digital do que em outras mídias tradicionais como revistas, jornais e outdoors, por exemplo.

 

Para o agronegócio, esse pode ser um campo ainda pouco conhecido, entretanto, uma vez exploradas em todas as suas potencialidades, as redes sociais podem contribuir em muitos aspectos. As redes podem se tornar um canal de comunicação mais próximo, que contribui para a credibilidade do negócio, auxiliando na fidelização de clientes e fornecedores e ainda construir uma boa imagem junto à opinião pública. Para que a utilização dessas ferramentas digitais ocorra de forma bem-sucedida, é preciso analisar diversos dados sobre o negócio e o conteúdo que está sendo veiculado. Mostrar o dia a dia do negócio, os cuidados que são tomados diariamente para o controle da qualidade do produto, compartilhar dicas e se posicionar sobre os assuntos da área, fortalece a sua marca com transparência para os consumidores.

 

Sendo assim, a comunicação no meio digital não pode ser feita de qualquer forma, pois ela será a vitrine da marca e, justamente por isso, uma boa gestão e planejamento são necessários. Nota-se que as empresas que melhor atuam nas redes sociais, conseguem fazer o trabalho de fidelização de clientes, por meio de um planejamento bem elaborado que envolve, desde o mapeamento de públicos (conhecer o perfil das pessoas com quem está falando ou das que se deseja dialogar) até o monitoramento de mercado (ver que tipo de informações os concorrentes e parceiros estão compartilhando nas suas redes) e geração de leads (contatos), por exemplo.

 

Com se trata de uma atuação muito ampla, que envolve diferentes segmentos, o agronegócio tem um espaço de diálogo com a sociedade rico e único. A promoção da interação entre seus públicos e a minimização de mensagens unilaterais, além de melhorar o relacionamento e imagem da empresa, ampliam a percepção que os internautas têm de sua atuação. A presença digital da empresa de agronegócio pode ser o primeiro passo dado rumo a um novo modelo de comunicação e um destaque ímpar em relação aos seus concorrentes, ampliando o escopo de clientes e lançando o seu negócio a um patamar mais tecnológico e interativo.

Atendimento via WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: